Objetivo:

A minha missão, e é assim que eu encaro esse trabalho, é de apenas divulgar a boa e bela música! Pois é inconcebível deixar as pessoas sem conhecer o verdadeiro Rock. Não consigo imaginar alguém nascer, crescer, viver e morrer sem ouvir pelo menos a metade do conteúdo deste Blog. É uma tortura para meu ser pensar que isso possa acontecer! Quero também deixar muito claro que não pratico pirataria. Os links expiram em 60 dias e sabemos, como bons apreciadores, que um mp3 tem péssima qualidade. Porém, não existe nada melhor do que achar um som na internet, baixar, se deliciar e depois comprar o original, com encartes, um som puro e perfeito! Preservando assim os direitos autorais dos artistas que as produziram!

Desejo a todos uma viagem sonora cheia de delícias musicais!

CLAUDIOTULL

segunda-feira, fevereiro 14, 2011

RORY GALLAGHER - IRISH TOUR - 1974
Um dos grandes expoentes do Blues Rock. Neste álbum Rory esta mais visceral e mais largado como ele gostava de ser. Rory era um guitarrista de poucos efeitos, mas conhecia como poucos todas as artimanhas de seu instrumento e um bom amplificador. Tanto que seus amplificadores principais, um Vox AC30 e um Fender Bassman, viraram febre muitos anos depois. Gallagher entrou para a sua primeira banda a Fontana Show Band, que mais tarde veio a se chamar The Impact, com apenas 15 anos. Depois do fim da banda Rory Gallagher formou com Norman Damery e Eric Kitteringhan o Taste e fizeram grande sucesso no festival da Ilha de Wright com a música "Sinner Boy", deram então, na época, o início ao estilo Heavy-Rock. A banda lançou dois LPs, Taste e On the Boards. Mas foi em carreira solo que Gallagher se destacou, e se firmou como um excepcional guitarrista. O seu segundo LP, Deuce é o seu grande trabalho de estúdio. Mas o grande momento de Gallagher é com este LP. O álbum traz Gallagher de volta a sua terra natal e consegue captar bem todo o seu potencial e sua performance explosiva ao vivo. Todas as canções do álbum são de longa duração, bem maiores do que as originais de estúdio, e são recheadas de improvisos fantásticos do guitarrista. Nenhuma faixa merece ser ignorada, são todas excelentes. Talvez fosse a alegria por estar tocando em casa, mas Rory Gallagher estava especialmente inspirado naquela noite de 1974, e o resultado é esse maravilhoso LP. A música que mais gosto desse disco é "Walk On Hot Coals" que faz agente se sentir exatamente como se estivesse caminhando sobre carvão em brasas.
BAIXEM E CAMINHEM SOBRE AS BRASAS DE GALLAGHER!!!
CLAUDIOTULL

Um comentário:

João Marcos Durski disse...

Parabéns pela matéria.
Conheça a Rádio Rory Gallagher:
http://blogdojuma.blogspot.com.br/