Objetivo:

A minha missão, e é assim que eu encaro esse trabalho, é de apenas divulgar a boa e bela música! Pois é inconcebível deixar as pessoas sem conhecer o verdadeiro Rock. Não consigo imaginar alguém nascer, crescer, viver e morrer sem ouvir pelo menos a metade do conteúdo deste Blog. É uma tortura para meu ser pensar que isso possa acontecer! Quero também deixar muito claro que não pratico pirataria. Os links expiram em 60 dias e sabemos, como bons apreciadores, que um mp3 tem péssima qualidade. Porém, não existe nada melhor do que achar um som na internet, baixar, se deliciar e depois comprar o original, com encartes, um som puro e perfeito! Preservando assim os direitos autorais dos artistas que as produziram!

Desejo a todos uma viagem sonora cheia de delícias musicais!

CLAUDIOTULL

quarta-feira, setembro 02, 2009


THE GREASE BAND - 1971 & 1975
DA SÉRIE "OS MITOS DE WOODSTOCK"
Continuando a série em homenagem aos quarenta anos do Woodstock. Em 1966 Joe Cocker recrutou uma banda de apoio para a turnê Norte Americana, batizou-a com o nome de "Grease Band". Tocaram no Woodstock uma versão de "With a Little Help from My Friends" dos Beatles, que se tornou o mais famoso "Hino do Woodstock". Em 1969 Cocker saiu, e montou a Mad Dogs & Englishman. A banda continuou na ativa e manteve o nome, gravou o seu álbum de estreia em 1971. Se trata de uma gravação atmosférica, mesclando instrumentos elétricos e acústicos em vários estilos como Country, Blues, Soul, Folk e R&B. Na época foi considerado como o "Music from Big Pink " Inglês. O outro disco, que vai de brinde é o Amazing Grease, de 1975, é legal também mas o material não tem a mesma força do disco de estreia. Tá tudo misturado e quem baixar vai ter o trabalho de identificar as duas fases da eterna banda de apoio de Joe Cocker.
BAIXEM O APOIO DO WOODSTOCK!!
CLAUDIOTULL

Um comentário:

nelwizard disse...

Fala aí grande Claudio, saudações de Sampa;

maravilhosa iniciativa de homenagear o maior evento musical(festivais) da história do rock. Muito obrigado por compartilhar essa excelente banda, sempre pouco reconhecida, mas bem "louca".

Um abraço!
Nelson.